Como identificar o melhor regime de tributação


Confira as vantagens e desvantagens do Supersimples, do lucro presumido e do lucro real e fique atento ao prazo de adesão, que, para o Supersimples termina em 31 de janeiro.


Carin Homonnay Petti


Chegou a hora de escolher como acertar as contas com o Fisco em 2008. Muitas empresas podem optar entre os três regimes de tributação existentes: o Supersimples, o lucro real e o lucro presumido. Com a escolha certa, seu negócio pode economizar um bom dinheiro. Para ajudá-lo na seleção, mostramos como cada um dos sistemas funciona, com suas vantagens e desvantagens.


Siga a leitura dessa boa matéria clicando AQUI.

Opinião do Direito & Gestão - Apesar de todo o terrorismo visto nos primeiros meses de vigência do Simples Nacional, fato é que há cerca de 2,7 milhões de empresas optantes pelo novo regime e já há cerca de 50 mil que não optaram ano passado e estão se manifestando agora (estimo que esse nº chegue a 150 mil). Muita gente deve estar morrendo de vergonha e constrangimento por ter embarcado na onda do "Super Complexo". Nunca vi uma coisa tão fácil como a apuração pelo PGDAS (Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional). Me desculpem a expressão, mas qualquer imbecil consegue. É muito simples.

Resta ainda resolver os problemas do tenebroso ICMS (o "Imposto Causador de Maracutaias Sórdidas"), mas pouco a pouco os estados vão fazendo o inevitável. Ajustando sua legislação ao Simples Nacional, percebendo que as pequenas empresas representam muito pouco no que toca à arrecadação e muito em relação ao emprego e distribuição de renda. Além disso, eles tem um papel a cumprir na concatenação de esforços para a unificação da tributação, conforme prevê a Constituição. É inconcebível que se furtem por questões políticas ou arrecadatórias. Os mesquinhos haverão de ceder. Aproveitamos para parabenizar o Piauí, que passou a conceder crédito presumido de ICMS para os adquirentes de ME e EPP, além de extinguir o diferencial de alíquota para as indústrias locais. Outra boa notícia foi a manutenção do Simples Candando especificamente para autônomos, ambulantes e feirantes do DF.

Comentários

Anônimo disse…
Há empresas que adotam um regime de apuração de suas obrigações tributárias com base no programa SImples Nacional. Outras optam por apurar referidas obrigações pelo Sistema denominado de Lucro Presumido. Há, todavia, outras empresas, que elegem a apuração batizada por Lucro Real como regime tributario ideal. POr que (em função de que) isto acontece? A boa gestão da Empresa tem a ver com a eleição do seu Regime de Tributação?
Estarei aguardando resposta o mais rápido. Obrigada pela atenção! Vivian

Postagens mais visitadas deste blog

O auxílio doença e o Empreendedor Individual/MEI

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira

Roteiro para elaboração de contrato de prestação de serviços.