BB começa a operar fundo garantidor para microempresas em agosto


Informação foi dada pelo presidente da instituição Aldemir Bendine. Fundo tem R$ 650 mi e garante investimentos de pequenos empresários.
Jeferson Ribeiro Do G1, em Brasília

O presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, disse nesta segunda-feira (20) que o fundo garantidor para os empréstimos de micro e pequenas empresas que será operado pela instituição já conta com R$ 650 milhões e deve entrar em operação no mês que vem. Segundo Bendine, desse total R$ 500 milhões são do Tesouro Nacional e os outros R$ 150 milhões são do Banco do Brasil. “Esse fundo pode chegar até a R$ 2,5 bilhões. Já foi feito aporte do governo de R$ 500 milhões aproximadamente [pelo Tesouro Nacional].
O Banco do Brasil vai colocar mais R$ 150 milhões e à medida que haja demanda a gente vai ampliando esse fundo. É um fundo que o cliente para poder ter acesso ele paga uma taxa de acesso e existe toda uma regra de poder acessar esse fundo. Não é [dinheiro] a fundo perdido. Sai, provavelmente, em agosto”, disse ele após se reunir com o Conselho Diretor do BB e com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Bendine disse ainda que o fundo garantidor é um dos fatores que vai permitir ao Banco do Brasil reduzir as taxas de juros aos clientes. “Esse fundo garantidor de operações vai permitir que a gente trabalhe com expectativa de inadimplência muito menor e é onde a gente vai ter condições de trabalhar com taxas [de juros] mais atrativas”, salientou.
Direito e Gestão Empresarial
Adicionar aos Favoritos BlogBlogs Adicionar esta notícia no Linkk Selo Yoomp 110x20 Azul

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O auxílio doença e o Empreendedor Individual/MEI

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira

Power Hacks nº4, com Ana Carla Fonseca: Economia criativa