BB começa a operar fundo garantidor para microempresas em agosto


Informação foi dada pelo presidente da instituição Aldemir Bendine. Fundo tem R$ 650 mi e garante investimentos de pequenos empresários.
Jeferson Ribeiro Do G1, em Brasília

O presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, disse nesta segunda-feira (20) que o fundo garantidor para os empréstimos de micro e pequenas empresas que será operado pela instituição já conta com R$ 650 milhões e deve entrar em operação no mês que vem. Segundo Bendine, desse total R$ 500 milhões são do Tesouro Nacional e os outros R$ 150 milhões são do Banco do Brasil. “Esse fundo pode chegar até a R$ 2,5 bilhões. Já foi feito aporte do governo de R$ 500 milhões aproximadamente [pelo Tesouro Nacional].
O Banco do Brasil vai colocar mais R$ 150 milhões e à medida que haja demanda a gente vai ampliando esse fundo. É um fundo que o cliente para poder ter acesso ele paga uma taxa de acesso e existe toda uma regra de poder acessar esse fundo. Não é [dinheiro] a fundo perdido. Sai, provavelmente, em agosto”, disse ele após se reunir com o Conselho Diretor do BB e com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Bendine disse ainda que o fundo garantidor é um dos fatores que vai permitir ao Banco do Brasil reduzir as taxas de juros aos clientes. “Esse fundo garantidor de operações vai permitir que a gente trabalhe com expectativa de inadimplência muito menor e é onde a gente vai ter condições de trabalhar com taxas [de juros] mais atrativas”, salientou.
Direito e Gestão Empresarial
Adicionar aos Favoritos BlogBlogs Adicionar esta notícia no Linkk Selo Yoomp 110x20 Azul

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como colocar seu produto nas prateleiras dos grandes varejistas

Tudo sobre o projeto do Microempreendedor Individual (MEI)

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira