Brasil é o 1º da América Latina a receber projeto do Google para micro e pequenas empresas



Gigante da internet tem como foco alcançar os mais de 5 milhões de pequenos empreendimentos do país, grande parte deles ainda fora da rede


Beth Mathias, da ASN.

São Paulo - O Brasil é o primeiro país da América Latina a receber o 'Conecte Seu Negócio', projeto do Google para incentivar a entrada de micro e pequenas empresas na rede mundial de computadores. O projeto já foi lançado em 11 países (Irlanda, Espanha, Alemanha, Austrália, Bélgica, Canadá, França, Itália, Hungria, Polônia e Reino Unido. Para se ter uma ideia da dimensão, só no Reino Unido já foram criados 150 mil sites, diz o diretor-geral do Google Brasil, Fábio Coelho.

O programa conta com a parceria do Sebrae, da líder mundial em soluções de tecnologia HP e da empresa de hospedagem de site Yola. O lançamento oficial aconteceu na manhã desta quarta-feira (15), na sede do Google Brasil, em São Paulo, com transmissão pelo YouTube e Orkut.

O objetivo, segundo Coelho, é alcançar os mais de 5 milhões de pequenos empreendimentos do país, grande parte deles ainda sem sites na internet. “O Brasil é um país muito empreendedor e sua economia vem crescendo muito nos últimos anos. Temos também importantes entidades parcerias, o que nos motivou ainda mais em trazer essa ferramenta para o Brasil”.


Entre as vantagens oferecidas pelo Conecte Seu Negócio ao pequeno empresário estão hospedagem do site na rede gratuita para as 5 mil primeiras empresas inscritas (os demais pagarão R$ 29,95 por ano), R$ 150 de Adwords (anúncios) do Google, descontos em equipamentos como a impressora HP LaserJet, o desktop HP 505 com monitor e o notebook 4425S, voltados para o setor, e pacotes especiais da Serasa Experian com dados sobre clientes.


O Google e o Sebrae farão um trabalho conjunto, tanto para ajudar o pequeno empresário no mundo virtual, como em todas as ferramentas de educação que a instituição dispõe para apoiar a pequena empresa. “O mundo digital é fundamental para os pequenos negócios e há um conjunto grande de empresas que ainda não estão conectadas. É preciso perguntar o que será o seu negócio sem a ferramenta da internet”, disse o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

Para ele, o projeto está relacionado com o “Novo Brasil”, que incluiu 30 milhões de pessoas na classe média. “É preciso melhorar a qualidade dos nossos negócios para que gerem mais empregos e possam ser competitivos tanto no mercado nacional como internacional”. O Sebrae participará oferecendo treinamentos por seminários via internet, além do suporte às empresas no processo.

Como acessar

Para fazer parte da iniciativa, o empresário deve primeiro entrar no site e verificar se um domínio para sua empresa está disponível, registrando-o em seguida. Aceito o domínio, rapidamente ele entra na ferramenta do Yola para a construção do site. Totalmente autoexplicativo, o programa mostra passo a passo as possibilidades que, na maior parte das vezes, são gratuitas. Para mais informações, acesse o site do projeto.

Gostou do blog? A informação foi útil? Nos dê seu voto no Top Blog. É só clicar AQUI ou na imagem ao lado. Digite seu e-mail, confirme clicando na mensagem enviada e pronto.

Direito e Gestão Empresarial

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O auxílio doença e o Empreendedor Individual/MEI

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira

Roteiro para elaboração de contrato de prestação de serviços.