Sem planejamento, empresas têm prejuízo com compra coletiva

Via o Mercado a Seu Alcance

Os sites de compra coletiva oferecem descontos em produtos e serviços que só serão válidos depois de atingirem um número mínimo de interessados. Esta pode ser uma ferramenta de publicidade interessante para empresas de micro e pequeno porte. Ofertar uma promoção num site deste tipo é como se o empresário fizesse um investimento na divulgação da marca e conquista de clientes.

Como o preço do produto ou serviço está abaixo do normal, os sites de compra coletiva ficam com mais de 50% do valor da oferta. As empresas acabam se sujeitando a receber um valor inferior ao de custo para ganhar publicidade no mailing desses sítios eletrônicos. Por isso, é fundamental que o negócio se planeje antes de oferecer ofertas nos sites de compras coletivas. Sem planejamento, o resultado pode ser devastador.

Em Pirenópolis (GO), a empresária Marta Carvalho, dona de uma pousada, fechou negócio com um site de compras coletivas sem calcular se a promoção realmente traria resultado positivo. Tampouco avaliou se estava preparada para receber a grande leva de novos consumidores.

A oferta era a seguinte: duas diárias com café da manhã pelo valor de uma. O desconto começou a ser divulgado à meia-noite de uma segunda-feira. Na manhã de terça-feira, 600 pessoas já haviam adquirido o cupom promocional. O problema era que a pousada só tinha 12 apartamentos, ou seja, não comportava a demanda! “Entrei em pânico. As pessoas começaram a ligar ao mesmo tempo e ficaram revoltadas quando viram que não podíamos atender.”, contou Marta Carvalho para o jornal O Estado de São Paulo.

A pousada quase quebrou. A empresária teve de pedir o cancelamento da promoção e se certificar de que o site devolveria o dinheiro para todos os clientes. O pior é que a pousada recebeu vários comentários negativos nas redes sociais, e uma simples busca no Google escancara a experiência desastrosa da empresária.

A rede de lanchonetes Big X Picanha também não teve boa experiência com ofertas em site de compras coletivas. Em menos de um dia, a rede vendeu 30 mil cupons que davam direito a um sanduíche e um petit gateau por R$ 7,90. Sem o desconto, essa compra custaria R$ 26,90.

Apesar de terem contratado profissionais temporários e traçado estratégias de atendimento, em algumas unidades, o tempo de espera para o cliente se sentar chegou a duas horas e, em outras, faltou ingrediente para o preparo da sobremesa. No final, a Big X Picanha teve de planejar uma ação para reconquistar clientes insatisfeitos.

Para lucrar com ofertas em sites de compra coletiva

Para oferecer uma promoção no site de compra coletiva, o negócio deve planejar e verificar se a ação será lucrativa, seja financeiramente, seja conquistando novos clientes, seja divulgando a marca.

Antes de se aventurar, a empresa deve responder às perguntas:

- Quantos clientes a mais o estabelecimento é capaz de receber?
- Há funcionários suficientes para atender à demanda extra?
- Há linhas de telefone para agendar as reservas?
- Qual será o investimento?

É com base nas respostas a essas questões que a empresa deve formatar a oferta. De nada adianta vender milhares de cupons promocionais e não atender bem ao cliente. Seria um “tiro no pé” vender a oferta e fazer o cliente esperar, receber serviço lento e ser mal atendido ou servir uma cerveja quente e comida fria.

O site de compra coletiva pode ser uma oportunidade para a empresa conquistar novos clientes e manter os já existentes. Mas, para isso, a experiência com a marca deve que ser única: o cliente tem que ir embora com vontade de voltar e querer indicar aos amigos.

Assim como para outras estratégias de vendas, o negócio deve se preparar para atender bem o cliente, e isso significa treinar a equipe, estruturar a loja para receber mais pessoas e abastecer o estoque com os produtos necessários para garantir que a oferta seja um sucesso.

Com informações de O Estado de S.Paulo.

Gostou do blog? A informação foi útil? Nos dê seu voto no Top Blog. É só clicar AQUI ou no banner ao lado. Digite seu e-mail, confirme clicando na mensagem enviada e pronto.

Nosso Twitter @spinolaandre.

Direito e Gestão Empresarial

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O auxílio doença e o Empreendedor Individual/MEI

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira

Roteiro para elaboração de contrato de prestação de serviços.