“Não há maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperar resultados diferentes” (Albert Einstein)

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

10 frases que os empreendedores não devem dizer


Na hora de apresentar seu negócio, cuidado com algumas frases que podem causar uma péssima impressão

Creative Commons/eBeam/EXAME.com
Mantenha sua equipe bem treinada
São Paulo – Quase todos os empreendedores adoram falar sobre as suas empresas. Contam para amigos, parentes, clientes ou conhecidos como a ideia do negócio surgiu, por que vale a pena apostar neste mercado, quais são seus desafios e por aí vai.
Em algumas situações, no entanto, ele precisa saber resumir o mais importante em poucos minutos, como em apresentações para investidores, o chamado pitch. Neste momento, além de clareza e credibilidade, o empreendedor deve convencer o seu interlocutor.
Aparentar desorganização ou mentir são os piores erros possíveis nesta hora. “O principal ponto é falar a verdade do negócio. É muito fácil na hora das perguntas descobrir o que não é verdadeiro”, explica Juliano Seabra, diretor de educação e pesquisa da Endeavor, instituição que apoia empresas de alto crescimento. Veja outras frases que devem ser evitadas na hora de falar sobre o seu negócio, principalmente com possíveis investidores.
1. “Meu produto é tão inovador que não tem concorrentes”
Ao invés de pensar que seu produto é realmente uma inovação, o investidor vai achar que você não observou bem o mercado. “A concorrência sempre existe. Ou ele não fez a pesquisa bem feita ou ele tem uma visão muito restrita”, explica Cassio Spina, investidor-anjo e fundador da Anjos do Brasil.
2. “Só preciso de 1% de market share para ter sucesso”
Para os especialistas, uma empresa com tão pouca participação de mercado tende a ficar invisível e perder o sentido. “O empreendedor não pode ser ingênuo nas projeções. É muito comum que falem do negócio de uma perspectiva ingênua porque não olharam o mercado e partem de crenças que não param de pé”, diz Seabra. “Provavelmente, ele não entendeu qual é o seu mercado”, reforça Spina.
3. “Meu negócio não tem risco”
Não existem negócios sem risco. “Ainda mais entre startups que têm riscos inúmeros. Essa frase compromete muito a visão do empreender”, diz Spina. Fique atento a quais são os riscos e saiba explicá-los sem medo.
4. “Trabalho com projeções conservadoras”
Os empreendedores muito apaixonados pelo negócio tendem a ficar cegos. Por isso, ouvir a opinião das pessoas é importante para colocar os pés no chão e não se iludir. “Não coloque qualquer dado na sua apresentação. Hoje, está todo mundo conectado e é fácil checar na hora”, ressalta Seabra. Além disso, dizer que projeções são conservadoras pode parecer uma armadilha. “Ele mesmo acha isso ou está querendo convencer a audiência”, questiona Spina.
5. “Eu fiz, eu produzo, eu consigo...”
Eu, eu, eu, eu. Um dos fatores mais valorizados nas empresas pequenas é a capacidade do dono em liderar uma equipe. Se ele assume sozinho todos os méritos, fica parecendo que não está disposto a dividir. “É preciso mostrar que consegue trazer outras pessoas para o barco”, diz Seabra. Para o fundador da Anjos do Brasil, muito mais do que fazer, o empresário deve saber delegar e compartilhar méritos.
6. “Você está dizendo uma bobagem”
Um dos maiores erros que um empreendedor pode cometer é discutir com o interlocutor e não aceitar críticas e sugestões. “Acho que tem que defender o ponto de vista e argumentar. Mas, ouvir o mercado é essencial”, explica Spina. Para o diretor da Endeavor, assumir uma atitude de imbatível não ajuda em nada. “Muitos acabam não sendo nada abertos à crítica e isso é muito ruim. Quando a pessoa vem com uma postura muito arrogante, causa uma péssima impressão”, comenta. A dica é sempre agradecer, ouvir as sugestões e não enxergar as críticas ao negócio como um ataque pessoal. “Nenhum negócio é perfeito e a crítica em muitos casos é o que ajuda a construir uma empresa melhor”, conclui Seabra.
7. “O outro investidor me ofereceu mais”
Com esta frase, o empresário abre um leilão de investimentos. Segundo Spina, esta é uma prática comum e que prejudica os empreendedores. “Parece que ele só está olhando para o dinheiro, mas investidor e empreendedor precisam de valores comuns e sintonia”, diz. O risco é o investidor perder o interesse em você.
8. “Minha ideia é genial”
Mais do que um projeto no papel, os interessados na sua empresa querem conhecer de perto a viabilidade da ideia. Por isso, ficar inflando o valor do projeto e insistindo que não existe nada melhor ou parecido no universo pode ser prejudicial. “A execução é mais importante. Ideia monte de gente tem, mas o empreendedor é essencial e ele tem que provar que é capaz de fazer aquilo”, ensina Spina.
9. “Ainda não defini minha área de atuação”
Com tanta imprecisão, os empreendedores que usam frases deste tipo não passam credibilidade ao público.“Tem que saber responder qual é o problema que o negócio dele resolve”, explica Seabra. Mais do que saber a resposta, é preciso saber como contá-la. “A grande dificuldade é que muitas vezes eles vão longe e fica muito complexo de entender. O ponto central é deixar muito claro que ele sabe que tem um problema, uma oportunidade clara e que é a melhor pessoa possível para atender”, ensina.
10. “Minha empresa vale tanto quanto o Facebook”
Virou moda nos últimos anos exagerar no valuation ou valor da empresa. Ao invés de atrair dezenas de investidores, valores muitos altos podem espantar os interessados e mostrar falta de preparo do empreendedor. “É um fator de desestímulo para o investidor que acha que o potencial de retorno não vai ser tão bom quanto o de outras empresas”, ressalta Spina.
Direito e Gestão Empresarial

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails
 
Yoomp