Como calcular a margem de lucro de um produto






“Tenho uma microempresa há pouco mais de 10 anos. Meu dilema é: como calcular minha margem de lucro? O que deve sobrar para a minha empresa do preço final do produto?”  
Para responder esta questão, vamos primeiro revisar dois conceitos fundamentais:



Lucro: 
É o retorno positivo de um investimento feito por uma pessoa nos negócios. 



Formação de preço de vendas: 
Cálculo que tem por base a abrangência e cobertura de todos os custos da empresa e geração do lucro desejado. É como dizer que a partir da venda de qualquer produto você estará tirando os custos ligados à empresa, sejam eles: Custo fixo, Custo Variável ou Não Operacional e, assim, obtendo determinado lucro. 



Em outras palavras, para determinar o que deve sobrar para sua empresa no final é necessário primeiro entender os conceitos citados e, a partir daí, traçar sua meta de remuneração do capital investido, ou seja, o “seu lucro”. A questão é: quanto eu espero que determinado produto gere de lucro para que eu invista no negócio? 



Lembrando sempre que, na outra ponta, está o mercado - clientes que atuam de forma concorrencial e influenciam o preço final dos produtos. De nada adianta colocar ou desejar uma margem de lucro muito alta se o mercado não aceita, por isso tratamos esta situação como uma variável não controlada. Você deve então colocar seu foco nas variáveis que pode e deve controlar dentro da sua empresa e da sua estrutura de formação de preços, que são os custos fixos e variáveis. 



Como calcular a margem de lucro média para a sua atividade: 
O lucro é o que sobra das vendas, menos o custo das mercadorias vendidas, menos as despesas variáveis e menos as despesas fixas, inclusive o pró-labore. Cada tipo de atividade tem uma margem de lucro. Salientamos que o lucro destina-se a remunerar o capital investido na empresa. É desejável que esse capital seja remunerado no mínimo por volta de 2% a 4% ao mês. 



Exemplo:


Preço de Venda
R$ 20,00
100%
(-) Impostos s/Vendas
R$ 2,00
10%
(-) Custo das Mercadorias Vendidas
R$ 9,00
45%
(-) Despesas Variáveis
R$ 3,00
15%
(=) Margem de Contribuição
R$ 6,00
30%
(-) Despesas Fixas
R$ 4,00
20%
(=) Lucro
R$ 2,00
10%
Outra forma de calcular o preço de venda é utilizar o conceito de Mark-up, que é valor desejado de margem de lucro adicionado ao preço de custo do produto, vejamos um exemplo prático:

Valor de custo do produto ( MP e Diretos )
R$ 9,00
45%
(+) Despesas Variáveis
R$ 1,00
10%
(+) Despesas Fixas
R$ 2,25
20%
Subtotal
R$ 12,25

Mark-up intermediário
R$ 5,75
32%
Impostos
R$ 2,00
10%
Valor do preço final do produto
R$ 20,00

Mark-up Divisor Total (fator)
0,45

Recapitulando, Mark-up é um valor originalmente adicionado ao custo, portanto ao calcular seu valor devemos fazê-lo usando o chamado calculo por dentro, ou seja, dividir pelo fator para adicionar o valor encontrado ao próprio preço.
No exemplo, apuramos um fator de Mark-up de 0,45 que, ao aplicarmos diretamente ao preço de custo, teremos o valor de venda direto: R$ 9,00 dividido por 0,45 = R$ 20,00
Bons Negócios,



Fonte: Laecio Barreiros - revistapegn.globo.com



Direito e Gestão Empresarial

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O auxílio doença e o Empreendedor Individual/MEI

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira

Roteiro para elaboração de contrato de prestação de serviços.