Pequenos negócios e o desenvolvimento sustentável



“Nas últimas décadas, o Brasil passou a conviver com uma economia estável e viu surgir novas e interessantes oportunidades de negócios, que se multiplicam em todo o território nacional com o crescimento do poder aquisitivo da classe média, do aumento dos níveis de emprego e de escolaridade. Em um cenário econômico altamente positivo, principalmente quando comparado ao momento atual da Europa e dos Estados Unidos, o Brasil irá sediar a Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável”.

São com essas palavras que Luiz Barreto, presidente do Sebrae Nacional, abre a publicação Pequenos negócios: desafios e perspectivas – Desenvolvimento sustentável. Coordenado pelo diretor-técnico Carlos Alberto dos Santos, o documento apresenta uma série de artigos escritos por especialistas que mostram o papel estratégico das micro e pequenas empresas na efetivação de um desenvolvimento sustentável no Brasil.
Os textos abordam aspectos como consumo e sustentabilidade; o mercado de carbono para os pequenos negócios; o protagonismo dos pequenos negócios no desenvolvimento sustentável do Brasil; inovação em processos produtivos potencializa a sustentabilidade em pequenas confecções do Paraná; além do Termo de Referência para Atuação do Sistema Sebrae em Sustentabilidade.
Como ressalta o diretor-técnico em seu texto de apresentação, a percepção e a consciência sobre a necessidade de se conjugar desenvolvimento econômico com preservação ambiental e bem-estar social mudou consideravelmente nas duas últimas décadas. “Em ritmo crescente, os produtos, processos e serviços valorizados e competitivos são aqueles economicamente viáveis, ambientalmente corretos e socialmente justos. E que refletem a sua imagem em cadeias de valor e marcas responsáveis”.
Para Carlos Alberto, levar a pauta dos pequenos negócios à Conferência é uma oportunidade que tem duplo sentido: “é um privilégio e um desafio estar presente na conferência da ONU com produtos, serviços e clientes, dialogando com toda a sociedade, dando voz ao empreendedorismo mundial”. Ele também ressalta que, no âmbito dos pequenos negócios, o Sebrae, cuja experiência na área de meio ambiente foi iniciada na já na década de 1980, intensifica a reflexão, a elaboração de propostas e as ações com as micro e pequenas empresas para ampliar o debate e a prática da sustentabilidade no segmento.
A íntegra da publicação está disponível para download na Biblioteca Sebrae.

Direito e Gestão Empresarial

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O auxílio doença e o Empreendedor Individual/MEI

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira

Roteiro para elaboração de contrato de prestação de serviços.