VAREJO: O CLIENTE PREFERE O MERCADO REGIONAL AOS GIGANTES



Pequenas redes de supermercado, de alcance restrito aos municípios e bairros, superam os gigantes do varejo nacional, como Pão de Açúcar, Extra e Carrefour, na preferência do consumidor. É o que aponta a pesquisa da consultoria CVA Solutions, realizada em julho/2012 com 6.183 consumidores.



Entre os grandes supermercados, o único com desempenho comparável ao dos regionais é o Walmart.
Conhecer os funcionários e os gerentes há anos, encontrar variedade de produtos locais nas prateleiras e ficar menos tempo na fila são as formas encontradas pelos supermercados regionais para enfrentar a concorrência de grandes redes.
Um dos maiores desafios para conquistar o cliente ainda está na maneira com que as redes tentam se aproximar das pessoas. “O grande varejista manda uma carta no dia do aniversário do cliente, mas ele percebe que é feita no computador. Na pequena, recebe os parabéns do gerente que conhece há anos”, diz Claudio Felisoni, coordenador do Provar (Programa de Varejo da USP).
A modernização do ponto de venda no pequeno varejo é um desafio, pois precisa oferecer conforto e satisfação para o consumidor. Projetos de layout, comunicação visual e design de lojas são ferramentas que podem alavancar e rentabilizar as vendas. Na prática, o ambiente deve ser iluminado, evitar gôndolas de madeira e degraus no interior do loja. A fachada deve ser moderna para atrair clientes e os setores devem estar distribuídos corretamente. Por exemplo, o açougue não deve ficar próximo ao setor de material de limpeza.
É importante saber utilizar as ferramentas de comunicação e marketing, pois são ferramentas poderosas para atrair mais clientes, aumentar o tíquete médio e construir uma imagem de preço competitivo.
Ter material de comunicação no ponto de venda, compor um calendário promocional e realizar campanhas e promoções podem potencializar o empreendimento e a rotatividade nas vendas.
Outro aspecto fundamental é a gestão do negócio com a utilização de sistemas de automação comercial e programas de gestão específicos para o seu negócio.
Com relação a compras, é importante manter um mix de produtos adequados e reduzir as rupturas nas gôndolas, que é quando o cliente deixa de comprar um produto porque não foi reposto apesar de haver disponibilidade de estoque.
Os produtos buscam cada vez mais satisfazer as necessidades e desejos de um consumidor cada vez mais ávido por customização, produtos que atendam a suas demandas específicas.
Tendências e novidades em produtos
  • Embalagens ganham tamanhos distintos para agradar consumidores com necessidades diferenciadas, incluindo embalagem na versão mini para uso único.
  • Produtos são customizados para atender a demandas específicas ou aos desejos do consumidor por produtos ambientalmente corretos.
  • Embalagens diferenciadas são criadas para atender a todos os tipos de públicos.
  • Produtos considerados comuns, como água mineral, ganham ares sofisticados e valor agregado com embalagens que fogem aos padrões.
  • Antigas latas de conserva ganham embalagens novas em versão de saco para atender a novos nichos e facilitar o uso.
  • Produtos de empresas distintas usam o poder de outras marcas, como time de futebol para diferenciar e agregar valor ao seu produto.
  • Linhas de produtos de limpeza ecológicos aliam eficiência e sustentabilidade para agradar consumidores exigentes.
  • Luvas de limpeza ganham tamanhos específicos (P, M e G), além de novas matérias primas para atender as especificidades dos clientes.
  • Água de coco ganha praticidade na embalagem em lata individual e mais sabor com o acréscimo de outras frutas.
  • Produtos tradicionais ganham diferencial competitivo por exibir em seus rótulos a indicação de “orgânico”.
  • A indústria de alimentos se antecipa aos megaeventos lançando produtos temáticos que atraem a atenção do consumidor, exemplo Copa do Mundo 2014.
  • Produtos do campo ganham embalagens que remetem o consumidor à experiência da vida rural.
  • Doces incluem brinquedos e brincadeiras é uma tendência no mercado de produtos infantis.

Mais do que preço
Quando o preço, um dos principais fatores de decisão de compra, não é necessariamente menor nas grandes redes, o consumidor opta pelos supermercados que está acostumado a visitar há anos em sua região.
“O consumidor percebeu que o preço não é tão mais vantajoso nos maiores. Na hora de comprar, ele considera não apenas promoção e preço, mas também a forma de ser atendido, a qualidade do serviço e o tempo que vai levar para se deslocar”, diz Sandro Cimatti, da CVA.
Em 2013, teremos a Copa das Confederações. Aproveite para escalar e treinar a sua equipe para fazer muitos gols. E lembre-se: a arena é a sua loja.
Qual a sua estratégia para atrair e reter os seus clientes? Já elaborou o seu calendário de eventos promocionais para 2013?
Comece logo, comece agora e boas vendas!


Direito e Gestão Empresarial

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O auxílio doença e o Empreendedor Individual/MEI

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira

Roteiro para elaboração de contrato de prestação de serviços.