O drive de mercado: cuidado na hora de abrir um negócio


Abrir uma empresa, pensar numa startup, sem conhecer o mercado é como pular num buraco escuro e profundo. Um dos primeiros passos pra começar a pensar em empreender é entender o mercado onde você vai disputar a atenção, e o dinheiro, do consumidor.

É uma análise de “funil” onde o empreendedor vai recortando o todo até achar seu nicho. Uma imersão no mercado do negócio vale pra entender um pouco da lógica, da dinâmica e do que fazer nesse momento inicial do negócio. Quais são as tendências? O que existe no brasil? E na minha região? E se o negócio for digital, a avaliação tem que ser sobre o que existe no mundo. Pesquisas básicas, aplicadas, benchmarks serão muito bem vindos aqui.

Depois dessa análise inicial, o empreendedor já tem uma boa noção, mais ainda é uma noção. Enxergar sua ideia de negócio como capaz de resolver um problema desse mercado, gerando uma boa percepção de valor pelos clientes, tem que acontecer simultaneamente. Abrir empresas meramente com base em vontades ou aptidões não é o suficiente para garantir a viabilidade do negócio.

Mas ainda há outros players que compõem esse tal mercado. São os fornecedores, concorrentes, mão de obra especializada, enfim, todo mundo que possa ter relação com o empreendimento.

Feito isso, já dá pra ter uma dimensão melhor do potencial da empreitada, reduzir os riscos e caprichar no planejamento e nas validações necessárias pra emplacar um bom negócio!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O auxílio doença e o Empreendedor Individual/MEI

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira

Power Hacks nº4, com Ana Carla Fonseca: Economia criativa