Crie seu próprio método ágil de desenvolvimento de serviços!



Aqui no Sebrae estamos envolvidos com o desenvolvimento de uma solução digital de grande porte que pretende alavancar a competitividade dos pequenos negócios de forma bastante inovadora, no contexto da estratégia de transformação digital da instituição. E para alcançar esse objetivo, nosso squad busca cotidianamente se utilizar de metodologias ágeis de desenvolvimento, ao mesmo tempo em que se depara com regras e condutas de governança de uma instituição gigante como a nossa.

Nos últimos meses, o time lançou mão de métodos como HCD - Human Centered Design -, Sprints, Kanban, Moscow dentre outros, sempre buscando adaptá-los às necessidades estruturais e de oportunidade para cada fase de desenvolvimento.

Mas nos últimos dias tivemos a chance de realizar algo totalmente diferenciado e que vai fazer com que os trabalhos ganhem muito mais agilidade e foco. Depois de uma pivotagem fantástica no serviço, foi necessária uma reorganização de prioridades, porque a esteira de desenvolvimento avançou muito na perspectiva de entregas de funcionalidades pervasivas com múltiplas finalidades, que irão sendo testadas e adensadas até que se chegue à entrega do produto final.

E, num processo de mentoria com o Yuri Gitahi, o time foi instado a olhar para seus processos internos e co-construir algo que alavancasse sua produtividade face aos desafios de produtividade e cronograma. E eis que construímos o framework a seguir:

Esse post it ilustrativo representa uma tarefa (a de número de 17) que compõe uma entrega (a de número 3). Em um quadro Kanban, teremos informações claras e objetivas sobre quais são as entregas e tarefas correlatas, quem são os clientes e executores dessas tarefas, quem já executou sua parte da tarefa, deadline, prazo inicial, rodadas em atraso, momento de finalização e número de tarefas em cada entrega.  Essas informações gerarão muitas métricas de desempenho em várias frentes, como atrasos (dias e tarefas), pessoas envolvidas por tarefa e entrega, tarefas por área de negócio, quantidade de tarefas, carga de trabalho, dentre outras.

Essa dinâmica será exercitada por meio de visitas diárias ao quadro pelo time e reuniões semanais, que finalizarão o quadro da semana e abrirão o próximo, baseado na próximo sprint. Resultado? Muito mais celeridade, clareza, sinergia e, consequentemente, produtividade.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O auxílio doença e o Empreendedor Individual/MEI

Planilhas gratuitas para auxiliar uma boa gestão financeira